Meditação: a droga dos gênios, por Marcos Villas-Bôas | GGN

27 dez


Em seu best seller The Happiness Hypothesis: Finding Modern Truth in Ancient Wisdom (A Hipótese de Felicidade: Encontrando a Verdade Moderna na Sabedoria Antiga), o psicólogo social e pesquisador americano, Jonathan Haidt, disse: “Suponha que você leu sobre uma pílula que poderia tomar uma vez por dia para reduzir a ansiedade e aumentar o seu contentamento. Suponha que a pílula tem uma grande variedade de efeitos colaterais, todos bons: aumento da autoestima, empatia e confiança, que melhora até a memória. Suponha, finalmente, que a pílula é natural e não custa nada. Você a tomaria? A pílula existe, é chamada meditação”.

A meditação é, infelizmente, como vários outros temas, ainda bem menos conhecida no Brasil do que em outros países, especialmente nos desenvolvidos. Isso decorre dos mesmos fatores de sempre: a pobreza impede que informação avançada chegue a mais da metade do país, o pouco conhecimento de línguas estrangeiras dificulta o acesso aos estudos realizados no exterior, os
http://jornalggn.com.br/noticia/meditacao-a-droga-dos-genios-por-marcos-villas-boas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: